Documento sem título
Quem somos Manutenção Comercialização Vídeos Dicas Contato
Rua Figueiredo Magalhães, 726 - Box F - Copacabana
21 - 2532-3571 / 97692-6812

DICAS

Fique ligado nas dicas que temos para você cuidar do seu instrumento!!!

Como melhorar sua embocadura para o Trompete

Embocadura é a forma apropriada de usar a boca e a língua contra o bocal de um instrumento de sopro ou de metal. Desenvolvê-la é um requisito para dominar a técnica desses instrumentos e, portanto, para progredir. Controle, tom, resistência e alcance são os quatro atributos necessários para uma boa embocadura. Leia as sugestões abaixo para saber como melhorar sua embocadura para o trompete.

Use os lábios para fazer um som de "zumbido".

"Zumbir" com a boca estimula dois aspectos importantes da embocadura: resistência e controle. Contraia os lábios e assopre para fazer o zunido. Mantenha-os firmes e juntos. A cada vez que praticar, tente fazer um som cada vez mais forte e sustentá-lo por cada vez mais tempo. Isso o ajudará a desenvolver a sustentação da embocadura. Recomendamos que se pratique este exercício por de 5 a 10 minutos por dia durante 4 semanas. Depois dessas quatro semanas, pode-se diminuir o tempo de prática para 1 ou 2 minutos diários.

Equilibre" um lápis nos lábios.
Ponha um lápis na boca. A ponta com a borracha deve ficar voltada para dentro, apoiada na língua. Aperte seus lábios contra o lápis, tentando mantê-lo equilibrado. Continue nessa posição sem permitir que o lápis caia da boca.
Pratique o exercício por 3~4 minutos diários ou até que você comece a sentir seus músculos queimando. Esses são os músculos usados para atingir as notas mais agudas.

Pratique o trompete tocando-o suavemente.
Nessa técnica, você deverá tocar tão suavemente que escutar o som produzido seja quase impossível. Com esse procedimento o trompetista pode obter um maior alcance e um controle mais preciso dos músculos dos lábios, necessário para que se atinja notas agudas.

Relaxe os músculos abdominais ao tocar o trompete.
Ao contrário do que diz o senso-comum, tensionar os músculos da barriga não aumenta a pressão dos pulmões, apenas diminui sua capacidade de fôlego, necessário para sustentar as notas por mais tempo.
Em vez de contrair os músculos abdominais, contraia os do quadril, o que empurrará o abdômen para dentro e para cima e fará com que os pulmões acumulem mais pressão.

Projete as notas até distâncias específicas.
Isso pode parecer difícil no início, mas pode ser realizado com a ajuda de alguém com um bom ouvido para notas musicais. Peça para a pessoa se posicionar em relação a você de acordo com a distância que cada nota deve alcançar. Por exemplo, um G grave deve alcançar 1,5 m, enquanto um C agudo deve chegar a 12 m. Você também deve ouvir as notas com atenção. Quando aprender que entonações deve fazer para atingir cada distância, você poderá praticar sozinho.

 

 

Outras dicas

Dicas para Iniciantes em Flauta Doce
Dicas básicas para instrumentos de sopro (bocais)
Cuidados com instrumentos de sopro: aprenda como conservar o seu!
10 Super Dicas para Quem Toca ou Quer Tocar Saxofone
Instrumento de Sopro: dicas e cuidados
 Documento sem título

Rua Figueiredo Magalhães 726 - Box F - Copacabana - 21 - 2532-3571 / 97692-6812